quarta-feira, abril 27, 2016

A Derivada da Cultura


Se pudesse fazer uma pergunta ao novo Ministro da Cultura (isto porque, as pessoas que eu conheci e que foram para o Governo, só voltei a vê-los a um metro de distância depois de 10, 15 anos), seria algo assim:

Senhor Ministro da Cultura, Dr. Abraão Vicente, qual é a derivada que separa a linha do que é ou deve ser cultura, desta constelação da banalidade, do mau gosto, do non sense que se instala e que a própria República promove?

Que tipo de representação vai querer para a Cultura?

As derivadas podem ajudar.
Bom trabalho.

Related Articles

0 comments: