quinta-feira, fevereiro 04, 2016

Cusas di Corason - Reinventando o Son

Posted by with No comments

O EP de mornas lançado hoje, 29 de janeiro de 2016, pela cantora paulistana - reitera a maestria do canto da artista. Zizi jamais carrega no drama - mesmo quando a canção que entoa é arrastada por maré sentimental de tristeza. A melancolia está entranhada de forma sutil no canto da bela música que batiza o EP O mar me leva, gravado por Zizi a partir do segundo semestre de 2014, entre Brasil e Portugal, com produção de Zeca Baleiro na faixa-título. Além de tocar violão de sete cordas nesta faixa, Swami Jr. se juntou a Baleiro na formatação da música O mar me leva, adornada com cordas arranjadas por Carlos Lima. O mar me leva é EP de mornas, gênero de Cabo Verde que a cantora africana Cesária Évora (1941 - 2011) ajudou a pôr no mapa-múndi musical na década de 1990. Gravado com músicos portugueses, opção estética que fica evidenciada sobretudo no arranjo fadista da passional composição Coisas do coração, última das quatro músicas do EP, gravada na Terrinha. Com sopros orquestrados por Yan Mikirtumov, Coisas do coração é versão em português - assinada pela própria Zizi - de Cusas di curaçon (2010), morna de Adalberto Silva, compositor de Cabo Verde conhecido como Betu. Tito Paris arranjou e produziu a faixa. Pautado pela delicadeza, o EP exibe sofisticação harmônica condizente com o canto de Zizi. Com a própria Zizi, Baleiro verteu para o português Odjus fitchádu (Idan Raichel e Mayra Andrade, 2009), música escrita no dialeto crioulo e propagada há sete anos pela cantora cubana (de criação cabo-verdiana) Mayra Andrade no álbum Stória, stória... (Sony Music, 2009). Na gravação de Zizi, Olhos fechados mostra o parentesco distante entre a morna e o samba-canção que brotou no Brasil no fim da década de 1920. Um acordeom (tocado por Paulo Borges) faz desabrochar Flor do sol, linda música que cita as canções marinhas de Dorival Caymmi (1914 - 2008) no verso "Quando o mar quebra na areia". Versão em português de Chico César e de Zizi Posssi para a Morna PPV, de autoria do compositor cabo-verdiano Tito Paris, Flor do sol foi gravada por Zizi nos Estúdios Andinos, em Paço de Arcos (Oeiras, Portugal), com arranjo e produção de Teló (Coisas do coração foi gravada no mesmo estúdio lusitano). Com requinte, Zizi é levada neste EP a percorrer belos caminhos melódicos e poéticos de músicas de além-mar que reverberam o amor, a paixão, o lirismo e a melancolia que ligam Brasil, Cabo Verde e Portugal. Pela beleza das mornas e dos arranjos, O mar me leva é disco à altura do histórico fonográfico de Zizi Possi, artista que já deve álbum de estúdio ao fiel público que seduz há 38 anos.

Fonte aqui.
Reacções:

0 comentários: