terça-feira, agosto 11, 2015

A perfeição existe?


Margarita Mamun - Russa- Campeonato Mundial de Ginástica rítmica.
Fonte: CNN

sábado, agosto 08, 2015

Son a 11 mil metros


1. ConstataSon

A 11 mil metros de altitude a frieza é outra e o oxigénio também.
Contrariamente à máxima de que “não há nada de novo debaixo deste Sol”, há uma mínima que diz que “há sempre um novo Sol no horizonte”.

2. Respect
Neste corredor aéreo noto a presença de uma delegação do parlamento Cabo-verdiano, regressando às Ilhas depois de uma missão.

No matter o dentro e fora das quatro linhas do jogo parlamentar da tapadinha, a verdade é que a malta merece todo o nosso respeito pelo trabalho que fazem na representação da soberania nacional.

First class dignity in action!

3. Des Out

O continente africano visto de cima, manda claramente uma mensagem.
Antes de Desenvolvimento, parece precisar irremediavelmente de Envolvimento.
Passar da superficialidade do “brothers and sisters” para o desafio de Causas tipo século 21.

4. Pensando -1

  • Se Michelle Obama fosse Branca ou nativa Havaiana, Barack seria este Obama?
  • Se a frase “...not be judged by the color of their skin, but by the content of their character” fosse dita por um branco, o jovem Michael Brown de Ferguson, seria morto por um policia branco?
  • Se Caetano e Gil tivessem sido vítimas da Operação Estudante no Brasil em 1964 (atirados no oceano Atlântico de um avião), teríamos novos ou velhos baianos?
  • Quem entrevistaria Charlie Chaplin se ele aparecesse na TCV de repente? Rosana Almeida, Marco Rocha, Valdemar Pires ou Margarida Fontes?
  • Se Jorge Carlos Fonseca, José Maria Neves, Felisberto Vieira, Janira Hopffer, Mário Lúcio, Ulisses Correia e Silva, Fernando Elísio, Jorge Santos, Carlos Veiga, Janine Lélis, José Filomeno, e António Monteiro, fossem acampar 3 dias no Ilhéu de Santa Maria - Djêu e saíssem de lá com um Pacto Nacional em áreas como Educação, Ética, Saúde, Segurança, Justiça, Turismo, Emprego e Regionalização o que seria do movimento “Korrenti di Activista”?
5. Cartoon Pluviométrico



quarta-feira, agosto 05, 2015

Djêu - Um outro Estado



Assisto a um empolgado e inspirado Valdemar Pires a fazer uma reportagem sobre o Ilhéu da Praia.
Ao que parece o pessoal protesta contra o projecto com o investidor chinês.

Sem querer julgar nada (?), deixo aqui registado que a impressão que me fica, pelas imagens, pelo clima, e pela autêntica conferência de imprensa que foi dada, é que se a reportagem demorasse mais 10 minutinhos o pessoal declarava Djêu como um Estado Autónomo e com seu próprio exército e política externa.

Já estou a prever: PR, AN, PAICV, MPD, UCID, TCV etc, vão agora receber "Korrenti di Ativista" para ouvir a tese de que "Djêu é para o Povo".

Vai ser o show do Estado de Direito Democrático!

terça-feira, agosto 04, 2015

Dúvida Existencial



Há esta coisa de Partido de Direita e de Esquerda em Cabo Verde?

Qual a real diferença entre um Partido que diz "Por Amor a Cabo Verde" e outro que diz " Por Cabo Verde"?

Algures na Internet diz-se isto:

"Há um consenso geral de que a esquerda inclui progressistas, sociais-liberais, ambientalistas, social-democratassocialistas, democrático-socialistas, libertários socialistas, secularistas, comunistas e anarquistas, enquanto a direita inclui capitalistas, neoliberais, económico-libertários, conservadores, reacionários,neoconservadores, alguns grupos anarquistas, monarquistas, teocratas (incluindo parte dos governos islâmicos), nacionalistas, fascistas, e nazis."

Temos tudo isto ou não nada disto?

domingo, agosto 02, 2015

Autoridade & Nomes Autorizados


Diz a história que no tempo colonial e nos periodos de fome, a travessa do mercado na Praia era o "único lugar permitido para o cidadão morrer". Na memória da geração mais antiga ficou conhecido como "Beco da Morte".
Mais nem por isso as autoridades da época permitiram que esse nome vingasse.

No nosso tempo, este do Estado de Direito Democrático, temos visto uma "atribuição" de nomes em Bairros da Cidade da Praia que dão a entender que as autoridades aceitam na boa estas criações.

Assim, temos hoje, com o crescimento acelerado da Praia, comunidades que passaram a ser chamadas de Tchetchénia, Inferno, Jamaica, e quem sabe outros que ainda não estão registados na comunicação social.

Podia-se pelo menos começar a resolver o problema dos nomes destes Bairros que, sabemos todos, precisam do mais sério cuidado e atenção das autoridades. Legitimar o estigma dos nomes é tão grave como não se intervir a sério nestas comunidades carentes.

Mas como o caminho é este, sugiro que se prepare já uma lista com os nomes de Kobani, Allepo, Islamabade para os que vão nascer.

Tudo é permitido! Depois, vem é a declaração de guerra.

sábado, agosto 01, 2015

A força da música



Pensando nisso, um grupo de pessoas da cidade italiana de Cesena resolveu se juntar para chamar atenção do Foo Fighters e convencê-los a se apresentar por lá. Mas não foi um grupo qualquer. Mil pessoas se reuniram em um parque da cidade, entre cantores, baixistas, bateristas e guitarrista, para tocar "Learn to fly", um dos principais singles da banda americana. Tudo captado em um belo vídeo de sete minutos que, desde que foi publicado, nesta quinta-feira, vem sendo amplamente divulgado pelos fãs nas redes sociais do Foo Fighters.

Fonte aqui: