sábado, maio 30, 2015

Exercitando uma Proposta de Iniciativa Legislativa


Objectivo: Este projecto visa propor ao Parlamento uma Iniciativa que incentive e permita as Famílias de Cabo Verde, por um periodo de 100 anos, a adquirirem instrumentos musicais sem nenhum tipo de encargo aduaneiro ou fiscal.

Será que é preciso explicar porquê? Se for, fazemos um texto à maneira...

Segundo a ideia da lei "o que se quer com esses diplomas é possibilitar aos cidadãos eleitores a apresentação de um projecto de lei sobre matérias importantes para o desenvolvimento politico, económico, social e cultural do povo, criando assim condições normativas para uma maior intervenção na vida politica".

Aqui vai então a nossa tentativa.

Participe.

Nem Mais!


Este era o Eixo que nos faltava...

Ligar Ceará, Sal e ALENTEJO!

Tubarões - Uma entidade Sempre

Ver os Tubarões de novo nos palcos (, ) é percorrer um flash de memória que recua aos anos 60.
Obrigado caros amigos, pela iniciativa.
Tubarões é Obra e Referência.

Leia mais: 



 Zeca. Couto
 Russo

 Totó

Jorge Lima

 Totinho

Albertino

Jorge Pimpa







sexta-feira, maio 29, 2015

Finason is back


Capa disco Dotorado


Capa disco Farol

Pena não poder estar com Zeca, Zezé, Paló, e Dick para fazer o intro de...
Nhu Ntoni,
Feia Cabelu Bedju,
Chandin,
Dotorado,
 Si Manera 
e
muitos outros...bons temas e bons tempos!

Quem sabe pra próxima!


Performance no Bana - Portugal


quinta-feira, maio 28, 2015

News


Come on...

Esta do Blatter ganhar de novo a Fifa é dose. Faço um close e continuo on line e vou para as notícias das ilhas...
Páro nas do Norte.
Epa, é dose para elefante.

  • David Luiz defende a moda da virgindade até ao casamento
  • Lisa Morales, a ‘arquiteta do fitness’
  • Jennifer Lawrence posa nua com cobra
  • O sexo como obrigação em relacionamentos de longa data
  • Os 7 pecados capitais do sexo
  • Passos para conquistar qualquer mulher na noite
  • Homem com 17 #namoradas# detido na China por suspeita de fraude
  • Os segredos sexuais das lésbicas
  • Irina Shayk vive romance com ator norte-americano
  • Irina acusa CR7 de a ter traído com 12 mulheres… pelo menos!
  • Pénis de Hemsworth faz furor na internet
  • Gwyneth Paltrow faz sexo para se manter em forma
  • Beyoncé quase nua em gala solidária

No menu Sobre Nós do site, os promotores dizem categóricamente o seguinte:

"Pretende o presente projecto, por um lado, contribui para o desenvolvimento, a modernização e pluralismo no sector da comunicação social. Por outro ajudou a desenvolver órgãos de comunicação social regionais que inseridos na região Norte do Pais reflictam Cabo Verde e o Mundo.
O objectivo último do projecto é editar um jornal em papel de características regionais dedicado a grande informação a partir do Norte de Cabo Verde."

Imagino se tudo isto fosse verdade. Na minha opinião estes conteúdos de "alto nível" não acrescentam nada a São Vicente e mais do isso manipulam vergonhosamente a juventude Mindelense, alienando-a da sua própria realidade.

But, who cares!

quarta-feira, maio 27, 2015

Sugestão em nome da Estética



Este vídeo pode ser uma sugestão para o pessoal que usa contentores para cercar Gamboa para o festival de música. Quem sabe sirva para alguma coisa!

Apenas têm que se lembrar disto, (1+ √5) / 2.

BAD Feeling


A 24 horas de uma das rondas para a eleições no BAD, tenho esse BAD feeling de que as coisas podem não correr bem para o lado da candidata de Cabo Verde.

Alguém que conhece os corredores deste jogo, deixou entender que "Luís Figo esteve para a FIFA assim como Cristina Duarte pode estar para o BAD". Esperemos que não.

No caso deste acesso ao BAD, dá ideia que há compromissos que se definem à volta de uma mesa com muito Fungi, Yassá, Cuscus, e muitas outras especialidades do continente.

Passar 350 dias a mastigar cozido há portuguesa, e em apenas 15 dias tentar-se reunir a malta para um banquete africano, não sei se vai mesmo nos ajudar.

Let´s hope for the better then.

segunda-feira, maio 25, 2015

Dia de África em 8 segundos!


No dia de Àfrica, deu na telha imaginar se na verdade não falta ao continente uma declaração  de orgasmo geral.

Um Orgasm Time. É que parece faltar desejo, e desejo na lógica de algumas mentes finas que tenho cruzado por aí.

É que está tudo dito. E bem dito. Não ouve e não traduz em práticas, uma elite parva e obtusa que tem se imposto de diversas formas em quase todos os quadrantes do continente.

Senão vejamos, alguns trechos de texto a seguir:

1. "Desde cedo Amílcar percebeu que a luta que valia a pena era por valores. Suas denúnicias da situação colonial debruçavam-se sobre a imoralidade com que eram tratados os povos das colônias, sobre a injustiça no mundo e sobre a necessidade de afirmação das indentidades culturais.
Segundo ele:

..a cultura revela-se como o fundamento do movimento de libertação, e só podem mobilizar-se, organizar-se e lutar contra a dominação estrangeira as sociedades e os grupos humanos que preservam a sua cultura. Esta, quaisquer que sejam as suas caracteristicas ideológicas e idealistas da sua expressão, é um elemento essencial do processo histórico. É nela que residem a capacidade (ou responsabilidade) de elaborar e fecundar os elementos que asseguram a continuidade da História, assim como determinar as possibilidades de progresso ou regressão da sociedade.

Assim -  porque uma sociedade que se liberta do jugo estrangeiro retoma a sua rota ascendente da sua própria cultura, que se nutre na realidade vivente do meio e nega tanto influencias nocivas como todas as formas de sujeição a culturas estrangeiras - a luta de libertação é antes de tudo o mais um acto de cultura".

2. "Estas esperanças foram desfeitas pelo Estado e pelos governantes pós-coloniais. Inicialmente, os líderes do movimento nacionalista tinham expressado um compromisso com a democracia, o desenvolvimento ecenómico e a solidariedade pan-africanista.
Quando começaram a lidar com as realidades práticas da governança, tornaram-se mais interessados em defender os seus interesses egoístas de classe, cuja satisfação exigia recurso aos métodos autoritários do poder, a corrupção e o enriquecimento em grande escala, bem como do nacionalismo regional em vez do pan-africanismo e, ainda, do tribalismo em vez da unidade nacional.
Como consequência, os regimes democráticos estabelecidos pela independência foram, na maior parte das vezes, abandonados a favor da ditadura militar ou do partido único. O fracasso do Estado em satisfazer as expectativas em relação à independência resultou em alienar o povo, visto que a lealdade foi substituída por estretégias de fuga."

3. Enfim, é tempo de um orgasmo de inovação e sobretudo ético neste dia 25. Pena não se pode fazer isto, em 8 segundos.

Fonte Textos: Desafios Contemporâneos da África - O Legado de Amílcar Cabral

Eco sobre Acordo Ortográfico



"A unidade da língua não se faz por imposição de acordos ortográficos; faz-se, como muito bem perceberam os hispânicos e os anglo-saxônicos, pela partilha da sua diversidade. E a melhor forma de partilhar uma língua passa pela sua literatura.

Não conheço nenhum brasileiro alfabetizado que sinta "desconforto" ao ler Fernando Pessoa na ortografia portuguesa. E também não conheço nenhum português alfabetizado que sinta "desconforto" ao ler Nelson Rodrigues na ortografia brasileira.

Infelizmente, conheço vários brasileiros e vários portugueses alfabetizados que sentem "desconforto" por não poderem comprar, em São Paulo ou em Lisboa, as edições correntes da literatura dos dois países a preços civilizados.

Aliás, se dúvidas houvesse sobre a falta de inteligência estratégica que persiste dos dois lados do Atlântico, onde não existe um mercado livreiro comum, bastaria citar o encerramento anunciado da livraria Camões, no Rio, que durante anos vendeu livros portugueses a leitores brasileiros.

De que servem acordos ortográficos delirantes e autoritários quando a língua naufraga sempre no meio do oceano?"

Fonte: Naufragar é preciso?

domingo, maio 24, 2015

Djavan Palco e Luanda



"Foi numa noite de luanda
que um clarão me abalou em lobito
como fosse um raio de susto, um facho místico"



"Trago a minha banda, só quem sabe onde é Luanda
Saberá lhe dar valor, dar valor"

Violência no Marquês - Surpreso?


1. As claques se organizam como verdadeiros esquadrões da morte
2. Os Presidentes das equipas não se cumprimentam, não almoçam juntos e não se sentam lado a lado para ver os jogos
3. Os treinadores estão aos tabefes no recinto de jogo
4. A Imprensa prepara todo um clima de guerra antes dos jogos
5. A Polícia vai para a rua armada de tal forma que mais parece uma declaração de guerra

Espera-se o quê?

sábado, maio 23, 2015

Sugestão aos democratas das Ilhas

No País de nome Turkmenistão, o Presidente  Gurbanguly Berdimuhamedow, considerado um ditador, achou por bem mandar construir o que chamou de Trail of Health para os seus cidadãos. Como gosta de àrvores, também "fumou" uma ordem para se plantar 3 milhões no periodo de 3 anos.

Será que podíamos, nós os campeões da democracia, copiar estas coisas dos ditadores?







Dúvida Existencial


É menos doce, um chocolate ou uma guitarra no cativeiro?

terça-feira, maio 12, 2015

Língua Cabo-verdiana: Uma Resolução que nada resolve




Enquanto insiste-se nas ilhas com um "tchin tchin" com bola murcha sobre a questão do Criolo e das línguas, em outras paragens, vai-se testando coisas e encontrando-se caminhos.

Há gente a desenvolver conteúdos enquanto falamos e não fazemos nada.
Há gente a interagir com as melhores equipas de especialistas e a criarem formas que funcionam enquando falamos e não fazemos nada.
Há gente a aproximar milhares de pessoas do conhecimento relevante e de ferramentas crucias para
desbravar a imaginação e as ciencias enquanto falamos e não fazemos nada.

Irrita, por isso, ter que ler as opiniões recentes sobre as questões relativas ao criolo.
Pudera, temos quase nada para mostrar!

Sendo assim, melhor ver o que outros fazem.



segunda-feira, maio 11, 2015

Contraponto!


Há sempre uma chance, pequena que seja, para que aconteça algo de novo debaixo do Sol.

Fim das Ideologias ou Primado da Fé?


“Leio todos os discursos do Santo-Padre e se o Papa continua a falar assim, um dia destes vou recomeçar a rezar e regressarei à Igreja Católica. E não estou a dizer isto a brincar”. - Raul Castro

domingo, maio 10, 2015

30 mil contos para Mitú Monteiro


“Para mim é interessante porque permitirá divulgar imagens de cada ilha de Cabo Verde, o meu percurso, esse tipo de desporto náutico, o kite surf (…), através de um documentário”

Entre o Meeting Point e a realidade




Um bilionário chinês decidiu levar 6400 funcionários numa viagem a França, o que obrigou a reservar 140 hotéis em Paris e 4760 quartos em Cannes e no Mónaco. Motivo: o 20.º aniversário da empresa.

Li Jinyuan, 57 anos, do grupo empresarial Tiens, levou esta semana os 5400 funcionários da China e 1000 de outros países do mundo até França para assinalar os 20 anos da empresa.

Os quatro dias de férias começaram na quarta-feira em Paris, onde o mega grupo de turistas ficou dois dias instalado em 140 hotéis e teve direito a uma visita privada ao Museu do Louvre, além de verem outros pontos de interesse culturais parisienses, como a Torre Eiffel e o Arco do Triunfo. Na última noite na capital francesa houve um jantar de gala. Depois, viajaram de TGV até à idílica Côte D'Azur, no sul de França, onde o 24.º homem mais rico na China reservou 4760 quatros em 79 hotéis de quatro e cinco estrelas de Cannes e do Mónaco.

Em Nice, formaram um cordão humano que entrou este sábado para o livro dos recordes do Guinness, como o maior cordão humano de sempre. Foram precisos 147 autocarros para transportar todos os funcionários desde os hotéis onde estavam instalados até ao paredão em Nice onde o recorde foi estabelecido. Esta viagem turística em massa representou para França uma receita estimada de 33 milhões de euros - o grupo terá gasto 13 milhões em Paris e 20 milhões em Nice.

O grupo Tiens foi fundado em 1995 e desenvolve a sua atividade nas áreas da biotecnologia, saúde, comércio online, turismo, entre outras. O ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Laurent Fabius, deu as boas vindas a Li Jinyuan na quarta-feira e manifestou-lhe a sua satisfação por o empresário ter escolhido França para a celebração, desejando que este "seja um exemplo para outras empresas chinesas". No ano passado, o 19.º aniversário foi celebrado em Moscovo, Rússia, com 25 mil membros da "família" Tiens de 50 países e regiões do mundo.

Fonte: JN PT

sábado, maio 09, 2015

There are Two Things involved






Nice one...!

Dúvida Existencial


Se Rabil deve ser elevada a categoria de Vila não sei. Agora, tenho quase a certeza de que uma foto de Rabil, candidata a Vila e com personagem central, uma cabra, não sei se é o caminho. Mau pressentimento!

segunda-feira, maio 04, 2015

Free Courses On Line