Facebook
O Son varia com a L´Atitude.

sexta-feira, outubro 18, 2013

Boa crónica de Germano Almeida...


"Impossível não se dar conta desse grito que parece antecipar a revolta generalizada. O Poder persiste em ignorar o sentimento perverso que continua envenenando o povo do Mindelo. Um sentimento provocado não já por uma involuntária orfandade, mas antes por o que se considera um propositado abandono. Porque é isso que o povo de S. Vicente sente, que está abandonado pelo Poder desde a independência, mesmo sendo verdade que está abandonado desde há muito mais tempo.

Concorde-se ou não com o que se está a fazer nessas ilhas, sabemos já que papel o Sal, a Boa Vista, o Maio, Santiago, até o Fogo e Santo Antão, estão destinados a desempenhar no projecto de desenvolvimento de Cabo Verde. Mas sobre S. Vicente temos apenas ideias vagas, obras aleatórias, não se conhece um plano director, afora essa nova e algo estapafúrdia ideia dos cluster do mar e depois de terra e, ao que parece, também do ar e sabe-se lá que mais lugares.

De campo de pastagem, S. Vicente passou a porto carvoeiro. E depois disso, ninguém lhe descobriu até hoje uma nova vocação, mas uma vocação credível que vá para além desse navegar à vista que apenas tem servido para enterrar inumeráveis recursos. Ora é disso que se está à espera, que se estude interessada mas desapaixonadamente e se decida de uma vez por todas o destino de Mindelo e do seu porto. Já foi o pulmão por onde Cabo Verde respirava, mas no presente Mindelo serve para quê? É isso que precisamos saber, e compete aos nossos governantes começarem a pensar como estadistas e obterem as respostas que pedimos para o futuro da cidade e da ilha. Os mindelenses falam muito do passado porque é tudo quanto têm, diz a Fátima Bettencourt. É uma verdade lastimável, mas também é certo que o marasmo da cidade dura há mais de cem anos, sem uma única proposta séria de solução, sem uma única saída à vista.

Será, pois, muito bom que, para além do prazer da leitura, estas Crónicas do Mindeloajudem a uma reflexão geral sobre o futuro da cidade, sobre o destino da ilha. Quem sabe S. Vicente não tem condições de ser uma excelente ilha agrícola."

Germano Almeida em Esquinas do Tempo.
Share:

0 comentários:

Pesquisar neste blogue

Categories

Popular Posts

Blog Archive

Visitors

Copyright © O Son varia com a L´Atitude | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com | Distributed By Blogger Templates20