sexta-feira, julho 29, 2011

Saravá Zeca Pagodinho

Posted by with No comments



Comunidade Carente
Zeca Pagodinho


Eu moro numa comunidade carente
Lá ninguem liga prá gente
Nós vivemos muito mal
Mas esse ano nós estamos reunidos
Se algum candidato atrevido
For fazer promesas vai levar um pau
Vai levar um pau prá deixar de caô
E ser mais solidário
Nós somos carentes, não somos otários
Prá ouvir blá, blá, blá em cada eleição
Nós já preparamos vara de marmelo e arame farpado
cipó-camarão para dar no safado que for pedir voto na jurisdição
É que a galera já não tem mais saco prá aturar pilantra
Estamos com eles até a garganta
aguarde prá ver a nossa reação

quinta-feira, julho 28, 2011

O olhar dos outros...

Posted by with 3 comments

Alguns estrangeiros que aqui vivem e trabalham desenvolvem um olhar muito particular sobre Cabo Verde e muitas vezes até podem chocar a nação crioula pela sua frieza de análise e ainda pela frontalidade. Esta última, uma peça rara na nossa cultura.
Devíamos ouvir mais esta gente?

A propósito do debate Presidenciais 2011 de ontem, recebi este comentário de um estrangeiro que a meu ver já merecia o passaporte caboverdiano.

"...aproveitei para ouvir em detalhe o debate dos candidatos de ontem na Internet (não via televisão há um ano e tal) achei curiosíssimo: o molde do programa (alá quem quer ser Milionário), a cenografia / roupas (alá Países do Leste saídos do comunismo nos early  90), depois é só homens a falar e fazer perguntas… 

Muitas afirmações / promessas divertidíssimas. E claro, o que mais reparei são os sotaques diferentes e os desvios da norma linguística interessantes. Um dos candidatos fala pior crioulo do que eu, não pode ser presidente não." 

terça-feira, julho 26, 2011

Bila. 1, 2 e 3.

Posted by with No comments

3. Ele tem 64 anos, é português e gere um dos mais importantes hotéis da Ilha. Diz ter 40 anos de experiência na área hoteleira, já andou por uma dezena de países no negócio e "caiu de paraquedas" na Bila. Acha que o turismo em Cabo Verde é tretas, o turismo na ilha do Fogo é tretas, a formação que se dá nesta área é tretas, as pessoas não são honestas e precisam de civismo e ética. Esta é ao que parece a opinião de um operador turístico numa das ilhas com maiores potencialidades conforme se prega por aí.

2. Enquanto isso, a política, e mais concretamente as presidenciais divide Bila Riba di Bila Baxu, separa vizinhos, amigos, e toda os primos e primas. Isto é, manda para Fonti Bila abaixo o laço de sangue que caracteriza São Filipe.

1. Não sei se Bila está a subir ou a descer. Sensação estranha em apenas 2 dias na Djarfogu. Bila é um plano inclinado. Eu senti a descida...

sábado, julho 23, 2011

Amy - da Glória à Morte.

Posted by with No comments

Com apenas 27 anos desapareceu a artista Amy Winehouse. Too Sad!

sexta-feira, julho 22, 2011

Por detrás das Rosas na Holanda...

Posted by with 1 comment


Vi esta reportagem sobre o filme de Ton van Zantvoort e vale a pena dividir com mais pessoas.
Que rosas! É de arrepiar.

"O perfume doce das flores melhora a vida de alguns mas piora a de outros. Oferecer uma rosa pode sair barato. Mas, no Quénia, o gesto sai caro à saúde pública e ao meio ambiente."

Mais aqui.

quarta-feira, julho 20, 2011

A propósito da luz, No More Comments on this!

Posted by with No comments

A cidade ainda não tem idade para ter luz. Os Praienses (será que existem?) gostam, e convivem na boa com o breu. Este é o sinal dado ontem.

Nos próximos dias, haverá grandes concentrações de pessoas nos comícios para as presidenciais. De onde virá tanta gente? Quem os mobiliza? Porquê participam?

segunda-feira, julho 18, 2011

O mundo para além das Tigresas do Funk...

Posted by with 1 comment

Chama-se Esperanza Spalding, tem 26 anos, tem uma voz de loucos, toca um baixo acústico que é uma maravilha, venceu o Grammy Revelação 2011 e ...aposto, que nunca será convidada para o tal CV World Bundas Festival.

sexta-feira, julho 15, 2011

Festival de Vozes Strela...e Xiomara ganha

Posted by with No comments

Aconteceu em surdina para a quase totalidade da imprensa, jornais, rádios, blogs e tv o concurso de vozes Strela, montado muito à semelhança do Tudo Mundo Canta dos Anos 80. O porquê desse "não vi, não ouvi e nem quero saber" me ultrapassa.

O que queria realçar sim, é o facto de a Xiomara ter ganho o concurso.
A meu ver a Xiomara mereceu ganhar por alguns motivos.
Ela se envolveu de forma inteligente em cada fase. Emocionalmente e sobretudo na escolha e preparação dos temas. Tarefa muito difícil a escolha do reportório. E sobre este assunto, se não se cuidar a limitação é enorme para quem quiser explorar o canto, dado a um certo tipo de música "faxi faxi" ora instalado.

Para mim o mais importante foi a oportunidade da descoberta e o aprendizado no percurso da Xiomara até chegar à final e ganhar. A descoberta de verdadeiras obras do nosso reportório musical. Descobrir e cantar temas certos de Manuel de Novas e de Norberto Tavares que permitiram explorar a boa e sublime  voz podem ter constituído o plus da Xiomara em relação aos outros candidatos.

Reafirmo que a Xiomara vem aí na "mansu mansu".

Parabéns Xiomara. Mais descobertas adiante...

Electra - Finalmente Revanche

Posted by with 1 comment

Caro concidadão, chegou o fim da amargura em relação à tortura eléctrica da Electra.
A partir de agora, assim como ela pode, você também tem o poder de acender ou apagar a luz.
Acenda e apague quantas vezes lhe apetecer, na hora que lhe der na telha e pelo tempo que achar não aguentar mais...o breu ou a própria luz.

Veja este site http://switchoffthelightbeforeyouleave.com/ e clica no interruptor. Enjoy.

Obs: Uma sugestão de Mito Elias.

quinta-feira, julho 14, 2011

Mutor...

Posted by with No comments






O mais recente movimento musical e cultural da cidade da Praia.
Comments? No need.

segunda-feira, julho 11, 2011

Tcheka - Dor de Mar

Posted by with 2 comments

Harmonia/Info 07-01 - Tcheka


Dor de mar, novo álbum de Tcheka

Amor ao mar e à natureza de Cabo Verde, seus animais, plantas, rochas, a vida à beira-mar… Tudo isso, e os riscos que essa vida corre, tornaram Tcheka atento ao que se passa à sua volta. Dor de mar fala das agressões à natureza, em particular a apanha da areia, problema ambiental sério em Cabo Verde a que o artista – que nasceu e cresceu num recanto à beira mar – não poderia ficar alheio.

O novo disco – que chega às lojas esta semana – traz 12 temas, todos da autoria de Tcheka com excepção de um tema de Norberto Tavares (Forti bu dan cu stango!), que o artista reinventa numa interpretação muito pessoal. Neste disco, aliás, Tcheka assume todos os arranjos, assim como a produção musical.

O CD traz um grupo de músicos heterogéneo em experiências e ao mesmo tempo com grande coesão artística, formado pelo camaronês Guy Sanguy (baixo eléctrico), pelo francês Thierry Fanfan (baixo acústico, o que introduz um aspecto novo na sonoridade da música de Tcheka), o angolano Ndu (bateria) e o guitarrista Ivan, de Cabo Verde. Tcheka, ao violão e voz, regressa ao disco e aos palcos depois de quatro anos, com novas composições e o seu toque peculiar.

Para a distribuição de Dor de mar, a Harmonia estabeleceu contrato com a Sony Music, o que permitirá levar o trabalho de Tcheka para novos públicos.

quarta-feira, julho 06, 2011

É Hora da Bandeira...

Posted by with No comments

Se os partidos políticos não entenderem de uma vez por todas que as datas nacionais devem ser levadas a sério, o 5 de Julho vai ser mesmo transformado num desfile de super heróis para as nossas criancinhas.

Triste 5 de Julho.

sexta-feira, julho 01, 2011

Cactus Erectus versus Tubus Tortus

Posted by with No comments


A cidade tem imagens interessantes...