A 3ª Derivada das Eleições de 2011

4:23 da tarde Angelo Barbosa 1 Comments

1ª Derivada. 


1. Parabéns à Comunicação Social de Cabo Verde. Profissionais da Rádio, Televisão e Jornais fizeram um trabalho admirável para levar a melhor informação possível a todos.

2. Um show total dos Orgãos que gerem o processo eleitoral, com destaque especial, para a Rosa Vicente e Maria João. Estas cabo-verdianas conseguiram colocar de sentido todos os "jogadores" destas eleições. Merecem a meu ver um reconhecimento público do Estado pelo serviço prestado.
 

3. Fica evidente a grande criatividade dos músicos que fizeram os temas "Mesti Muda", "Más Cabo Verde" (não achei o file on line...podia estar no site por exemplo) e outros temas que deram mais penetração aos candidatos.

4. Uma maravilha de trabalho dos colegas do NOSi. Inovação e competência à solta neste ambiente de trabalho de fundamental relevância em Cabo Verde.


2ª Derivada

5. Uma participação "World Class" do cidadão Caboverdiano nas eleições, deixando um recado claro a todos os políticos que estão e vão continuar de olho julgando suas acções quotidianas.


6. Reconhecer a coragem e a ousadia de pessoas como António Correia e Silva, Mário Lúcio, Abraão Vicente, Eunice Silva, Milton Paiva e tantos outros que enfrentaram o "estigma" do alinhamento político de um e do outro lado ainda existente.

7. Passa a ser cada mais evidente que determinados discursos e taras passaram eventualmente à história. A questão da regionalização deve sim entrar na agenda política, mas como uma questão de regime e de arquitetura funcional que se pretende para o Estado de Cabo Verde e não para satisfazer interesses localizados.

8. Filomena Martins marca um grande momento nestas eleições enfrentando um ambiente particular em São Vicente em que 4 forças disputaram os votos. O PAICV pode ter nela a próxima "Special One".

9. Janine Lélis assume a liderança no Sal, confirmando uma aposta do MPD na conquista da Juventude. Lembre-se, derrotou Basílio Ramos (Ministro de Estado) Sara Lopes (Ministra).  Uma grande vitória.


10. A Polícia Nacional marca um enorme ponto junto à sociedade, garantindo a segurança e tranquilidade necessárias.

3ª Derivada

11. Carlos Veiga, pela forma como deu combate e sobretudo pela elegância como reconheceu a derrota, dá um contributo incontornável à consolidação democrática com estas eleições. Não tivesse ele concorrido é de se perguntar qual seria o resultado das eleições. Tem sim, no entanto, o desafio de garantir que o MPD chame as tropas todas para fazer os próximos e necessários combates políticos.

12. A tecnologia e a Internet mereceram atenção por parte dos partidos e nesta matéria o MPD esteve a uma distância larga dos concorrentes. Os conteúdos e material on line no site do MPD foram a meu ver muito melhor explorados. Os políticos começam a perceber a força das redes sociais e de outras ferramentas.
Outra coisa é, sem dúvida, a penetração deste recurso na sociedade a ponto de influenciar num sentido ou noutro as eleições. Fica no entanto, o mal entendido e alguma estranheza em relação à não concordância do MPD para a utilização dos PADs.

13. José Maria consegue um feito histórico. Três mandatos é obra. O seu grande desafio é a meu ver dar uma contribuição decisiva e diferencial: fazer um governo que governe para o salto, liberte a governação da máquina partidária, enfrente as questões sociais criticas e desafie valores culturais ainda típicos da sociedade crioula. A tal transformação de Cabo Verde implica transformar o caboverdiano em dimensões muito sensíveis. Difícil, mas talvez sejam estas as maiores demandas que este eleitor crítico acaba de fazer.

14. A presença dos observadores internacionais trouxe mais credibilidade. Cabo Verde podia embalar uns "kits democracia" e vender no tal hub to África e mesmo to the world. Um autêntico item de exportação considerando os anos de vida da nação independente e democrática.



15. Estou ciente de que esta opinião só é válida se ela for uma tangente ao que realmente aconteceu nos bastidores e labirintos das campanhas ou ainda próxima da percepção daqueles que, de um lado e de outro, foram os protagonistas e viverem o tal Cabo Verde real durante os 15 dias.

You Might Also Like

1 comments:

Anónimo disse...

Oi agradável este site está bem desenvolvido.........bom estilo:)
Muito Bonito Continua deste modo !!