O motivo do Umbigo?

12:12 da tarde Angelo Barbosa 8 Comments


A conversa com uma pessoa que olha críticamente para a sociedade caboverdiana passou naturalmente pela blogsfera criola.

A pessoa acha que há muito umbigo, muito culto pessoal e pouco caldo nessa de blogar.

Comecei a perguntar a mim mesmo a razão do meu sondisantiagu.

Acho que minha única razão é fazer ECO...
Sei que analistas inspirados vão ver outras razões...até de umbigo.
Mas, sim, ECO apenas ECO.

You Might Also Like

8 comments:

Diz ao teu amigo que essa de "culto pessoal" não tá com nada! Mas sim, um blog é umbilical e ninguém quer provar o contrário. Afinal é um espaço que tem (deve) a cara do seu dono. Resta saber se os assuntos são úteis ou não. Se não tem sido úteis então eu sou a pessoa mais inconsciente desta terra (?!)

Aconselha o teu amigo a ler os blogs todo o santo dia.

O teu Djinho, foi pioneiro, motivou outros, é a tua cara, o teu umbigo. Cada blog já trouxe alguma coisa boa a esta terra.

Ai esses regressivos!!

MM disse...

Não me parece o seu caso mas há efectivamente muito ego na blogo CV. Disputas de território e protagonismo e popularidade. Na história dos blogs é um fenómeno normal já assistido noutras paragens. Em CV a descoberta desta ferramenta é recente pelo que também este sobrevaliar do activismo de sofá faz parte do crescimento. Assusta um pouco esse circuito fechado em que alguns blogs se deixam envolver, com palmadinhas nas costas uns aos outros mas no fundo é apenas reprodução de comportamentos sociais. Mesmo as bocas ou rumores que tentam transformar em factos sem cuidar de confirmar com os mesmos meios que a Net lhes põe à disposição mostra a dificuldade de lidar com as ferramentas.
Comentário longo... desculpa mas não resisti em deixar estes tópicos para eventual discussão.

MM disse...

Não me parece o seu caso mas há efectivamente muito ego na blogo CV. Disputas de território e protagonismo e popularidade. Na história dos blogs é um fenómeno normal já assistido noutras paragens. Em CV a descoberta desta ferramenta é recente pelo que também este sobrevaliar do activismo de sofá faz parte do crescimento. Assusta um pouco esse circuito fechado em que alguns blogs se deixam envolver, com palmadinhas nas costas uns aos outros mas no fundo é apenas reprodução de comportamentos sociais. Mesmo as bocas ou rumores que tentam transformar em factos sem cuidar de confirmar com os mesmos meios que a Net lhes põe à disposição mostra a dificuldade de lidar com as ferramentas.
Comentário longo... desculpa mas não resisti em deixar estes tópicos para eventual discussão.

velu disse...

UMBIGO, CADA UM TEM O SEU! CHEGA DE DISCURSOS INFLAMADOS! CONTINUA COM O TEU, PQ É INSUBSTITUIVEL!

Margarida disse...

De facto, acho que se sobrevalorizam demasiado os blogs em Cv. Dá-se-lhes uma importância exagerada, quase institucional. Quem escreve, já escreve por "serviço público diário" e não pela paixão da escrita.
É legitimo este "assumir" de uma função "mui nobre" na sociedade, mas seria mais legitimo se nos blogs não houvesse uma espécie de "masturbação colectiva" da qual já falei imensas vezes. Todos se elogiam, todos se comentam numa espécie de circulo fechado e mutualista. Todos se sugerem nas suas sugestões de navegação... Abrir horizontes não fazia nada mal a algumas dessas pessoas blogueiras.

João Branco disse...

MM

Aqui estou com o César. "Disputas de território e protagonismo e popularidade." Onde é que se vê isto na blogosfera crioula? Não acho nada. Então comparando com outras realidades, nada a ver.

A blogosfera crioula é razoavelmente unida, respeitam-se todos uns aos outros e ninguém anda aqui a disputar audiências.

Também reafirmo o que diz o César: se a blogosfera é o que tu dizes que é, então ando mais enganado do que pensava e tudo a que tenho assistido nos últimos tempos não passa de pura ilusão!

E o resto do comentário também é esclarecedor duma certa mentalidade: palmadinhas nas costas porquê? Se admiro um tipo não o posso dizer só porque ele tem um blogue? Um elogio, uma análise positiva de e para alguém, tem que ser, necessariamente conotada com "palmadinha na costa". Fonix! Temos que começar a pensar um pouco mais além disso, gente.

Desculpem o desabafo. Abraço!

João Branco disse...

Ah, e esqueci-me de dizer outra coisa: que venham mais e mais, porque como está mais que provado, a concorrência nunca fez mal a ninguém, antes pelo contrário.

MM disse...

JB: Fica tudo esclarecido com o: "E o resto do comentário também é esclarecedor duma certa mentalidade: palmadinhas nas costas porquê?"
Já por cá ando (na vida e nos blogs) há anos suficientes para não me deixar ir por aí.
De qualquer forma acho que o César comentou o post não o meu comentário.