domingo, março 30, 2008

Eco a Antero Simas - Doce Pontaria!


Qual é a linha que divide a cultura cabo-verdiana como um produto rentável e o seu uso e abuso, caindo no folclore?

"Gostaria de saber. Já pensei muito sobre isso. Depende da forma como é apresentado o produto. Quem o apresenta tem que ter consideração. Nos hotéis vendem o pacote completo e têm que meter lá música de qualquer forma e os músicos também caem nessa. E eu sou exemplo disso, houve um momento em que uma pessoa ainda tinha o sonho, mas acaba por não se concretizar. Eu estou cansado, vou a um hotel e encontramos um grupo de fulanos a repetir músicas conhecidas, como um gira-discos. É um momento sofrido, porque se calhar, se não tivessem que ganhar a vida assim, estariam a dar toda a sua alma crioula. Só que a rotina leva-os para isso."


Fonte: Asemana

sexta-feira, março 28, 2008

Para mim!

















Se eu partir amanhã
Vá levando todo sentimento
Que pra ti guardei, juntei, somei
Nos momentos em que conhecemos
O mais
Desregrado, entusiasmado
Caso de amor
Que se pode viver
Ninguém é dono, nem devedor
Sigo na noite, pra onde for
Até sempre, pra não falar adeus
Cuida bem de ti
Não se arrependa depois
Despertei, aprendi
Que a dor inda desaparece
Numa esquina ou noutra emoção
E estarei
De luar no peito
E fogo no interior
Desregrado, entusiasmado
Cabe um mundo inteiro
No meu coração

quinta-feira, março 27, 2008

Katchás Sempri!



Nôs onti
Ê um oxi
Ki inda ka manxi li
Nu djunta mon pa céu
Nu papia di kumpanhero


In memoriam katcház -
27/3/1987- 27/3/2007

-- Mito Elias

quarta-feira, março 26, 2008

Lusofonia - Breaking News!


Alguém me "xeretou" ontem no ouvido que o próximo programa da "lusofonia" a ser emitido a partir de Cabo Verde é "Portugal no Coração".

E como ainda há esta paixão comum que nos une, o próximo ainda será "Praça da Alegria".

Epa! Já agora que tal fundir as estações de TV?

Esta fusão com ajuda da matemática daria:

RTC = RTP

TC = TP

C = P

ou seja, Cabo Verde igual a Portugal. Eureka. Paixão de um pelo outro explicada.

Mas enquanto isto não acontece, sugeria uma certa reciprocidade lusófona.

Por exemplo, imaginem o 180 grau do Vicente ser emitido a partir do Colombo em Lisboa, praça dos criolos na Metrópole, para ser visto também de Faro a Trás os Montes.

Isto é que seria "bué da fixe"....

terça-feira, março 25, 2008

3 Dúvidas Existenciais!



1. O que é a "Lusofonia"?

2. Nós somos "lusófonos"?

3. Como é que um tal Trio de Ataque tem a ver com a Lusofonia?

sexta-feira, março 21, 2008

Leitura Espectacular made in CV!





quarta-feira, março 19, 2008

Some people just have it!











1 grau - Inteligente
10 grau - Clean
18 grau - Rápido
25 grau - Diverso
50 grau - Oportuno
58 grau - Criativo
69 grau - Jovem
88 grau - Livre
100 grau - Fácil
120 grau - Alegre
150 grau - Review
165 grau - Equipa
174 grau - Diferente
180 grau - 180 grau mesmo!

segunda-feira, março 17, 2008

Lhasa e Nós!



Em Lhasa, no Tibete, a situação é de terror. De vergonha.

Muitas capitais e suas gentes saem às ruas para protestarem e darem a cara contra o que consideram ser um "genocidio cultural".

E nós?!

Marchamos contra o quê? Não contra a violência, não por mais LUZ...não por nada!

Preocupante!

Foto: Boston Globe

Fim mesmo e Corta!



Este instrumento responde por "Corta Cordão Umbilical".

Penso ser um "device" que deveria ter uma ampla divulgação entre as nossas elites locais, sobretudo quando se trata de coisas tipo, por exemplo, a conferência realizada há dias de nome "Fim do Império e Inicio das Nações" aqui na Praia.

Ouvi comentários de participantes e li a entrevista de um dos "pontas de lança da ideia itenerante" que saiu no Asemana.

Enfim, um grupo de "especialistas" portugueses resolveram sair pelo atlântico fora para nos ajudar a entender um processo complexo chamado "Fim do Império e Inicio das Nações".

Enfim, resta apenas deixar uma das colocações do especialista sobre Cabo Verde e seu povo"

"...Os caboverdianos procuram manter os filhos limpos"...

Aonde está uma réplica local a isto?

Preocupante...

Era de Cidadões. Sim Cidadões!


Cidadões.

Esta palavra continua a ser um problema sério para muita gente bem vestida, gravatada e com microfone on.
É só ver a TVEC - Jornal Nacional.


Até que rima com Camões.

quarta-feira, março 12, 2008

Pró Praia na Internet!

















A Pró Praia acaba de criar o seu espaço na internet.

http://www.propraianet.blogspot.com/.

O espaço promete pela relevância e dinâmica da associação.

Força!

Foto: Pedrabika

Praia Sinfónica!


Foi anunciado pela Câmara da Praia que vamos ter Orquestra Sinfónica por ocasião dos 150 anos da cidade.


Eu topo e vale a iniciativa!

sexta-feira, março 07, 2008

Confidência com o Anónimo!



Caro anónimo, despois do Eco que o Son fez de uma opinião tua queria apenas fazer-te esta confidência.

Há um lugar que te garanto, o disco Trás di Son cai bem. No Hospital, sobretudo nas altas horas, 3 a 4 horas da manhã quando o sono te passa ao lado.

Eu, estando num dia destes nesta situação, pude constactar que as musicas podem ter efeito terapêutico. Nem que seja pelo título do CD. É que te obriga a sair do hospital "pa bai trás di son".

Quando voltas só "ALTA KÊ RAMEDI" :).

Até à próxima "crítica".

quinta-feira, março 06, 2008

ECO a um crítico anónimo!
















"É Deveras Gritante e oportuno que se ponha um STOP neste sistema de Coisa Dentro e Fora do espaço Cultural, senão vejamos:
1º Quem são todos esses aparatosos artistas de nova geração espontanea que apareceram dando lábia e cara em tudo e quanto aparece nesta Terra com Esforço de muitos que duma forma Húmilde e desapaixonadamente dão o tão pouco mas grande contributo para nossa CULTURINHA QUE sÃO CONTADOS NOS DEDOS.


2º SER-SE OU ARMAR-SE EM CRITICO DA MÚSICA Caboverdeana em que base e quais as influências pois Sabeis muito bem que Bebestes Lá pro lado do srº Brasilinho,Cubinha e tantos outros que não vale a pena Citar.

3º Deixemos de ser Caixa de Resonância de pessoas que queram projectar a Custa de Sites Criatos para Tal Como caso de "Djinho Barbosa" com o seu trás di som mas com confluências e influências pouco Bonatórias para Música de Cabo Verde. Não basta agrupar meia Dúzia de gatos Pingatos para se querer projectar duma Forma UNI-PESSOAL na MÚSICA DE CABO VERDE Não sejamos assim. PERGUNTEMOS QUEM ERAM ESTAS PESSOAS ANTES? Trouxeram UM TRANSPOSSE DE OUTROS PAISES ONDE ESTUDARAM PARA CABO VERDE SIMPLESMENTE. Onde está a Vossa Originalidade?????

Eu para mim independentemente do Disco ser um trabalho de qualidade mas Pergunto: GRAVAR NUM ESTÚDIO HOJE É FACIL PARA TODOS ,MAS o que queremos que Estes mesmos Artistas apareçam ao VIVO E DA SILVA E FAÇAM O REAL JULGAMENTO "FIXEM" CANTAR NO ESTÚDIO É UMA COISA MAS AO VIVO DESAFIO QUE FAÇAM SHOW E ESTAREMOS LÁ A DAR A NOSSA CARA GRITANTO VEIS COMO TINHA EU RAZÃO.

NU DEXA DI DA PA DODU PAMÓ LI NA PRAIA CRÉ GRIADU UM ONDA DI MÚSICOLOS QUI PAXENXA ÉS CA FIRMA NA SÉS MOCIDADI ÉS BIRA GOSI TUDU PROFETA.....

PRAIA DANÚ CORAGI KU SAÚDI PAMÓ LI MAS PAPIADÚ KA TA OBIDÚ MA PRAIA MERECI MÁS.

CRÉ BIRA CU PROFECIA E TENTA PASSA MENSAGI KA REAL PARCEM MA DJÁ STA BUUMM.

NHOR DEUS NHU DANÚ FORÇA KU CORAGI PA GUENTA NÓS KULTURA TRUBULENTUUUUU......
fonte: retratos

terça-feira, março 04, 2008

Atitude, Power, Resultado! Terra-Terra





Tudo isso, com Charme!
Força Rosa.











Foto: ExpressodasIlhas