Nkrê un Son más Son...

sábado, novembro 08, 2008

O que não é o disco do Maruka!


Ultimamente tenho estado a ouvir Testamentu, o CD do Maruka, um criolo do Tarrafal e que com muito esforço conseguiu gravar as suas músicas.

Trabalhou aqui mesmo em CV e contou com a valiosa direcção do Kim Alves.

O disco merece uma audição. Há pelo menos 4 temas (Cau berdi, Nôs Amizadi, testamentu, Pidimentu) que penso dão uma ideia do sentido do trabalho do Maruka.

Impressiona-me a capacidade musical e harmónica das músicas.

A voz do Maruka cai como uma luva nas suas músicas. Um timbre sabi, diria, um cantor com uma forma própria.

Procurando na net alguma referência sobre este trabalho fui ter a uma página, que diz coisas curiosas sobre o Testamentu de Maruka:

País: desconhecido
Estilo de música: Kizomba e Zouk

Não pretendo classificar Testamentu de Maruka, mas passa longe de tudo o que é Kizomba e Zouk.

Maruka merece mais respeito. Procurem ouvir.

1 comentário:

djoyamado disse...

Nha primo, n-sta totalmenti di acordo ku bo. Grandi Trabadju. Aliás, djam tinha tido oportunidadi di konxi sis trabadjus num tocatina ki ê fazi na Baía Verde antis di lançamento di si album. Ê um proposta interessanti.

Um abraço

Follow Us @soratemplates