Eco a Antero Simas - Doce Pontaria!

3:09 da tarde Angelo Barbosa 1 Comments


Qual é a linha que divide a cultura cabo-verdiana como um produto rentável e o seu uso e abuso, caindo no folclore?

"Gostaria de saber. Já pensei muito sobre isso. Depende da forma como é apresentado o produto. Quem o apresenta tem que ter consideração. Nos hotéis vendem o pacote completo e têm que meter lá música de qualquer forma e os músicos também caem nessa. E eu sou exemplo disso, houve um momento em que uma pessoa ainda tinha o sonho, mas acaba por não se concretizar. Eu estou cansado, vou a um hotel e encontramos um grupo de fulanos a repetir músicas conhecidas, como um gira-discos. É um momento sofrido, porque se calhar, se não tivessem que ganhar a vida assim, estariam a dar toda a sua alma crioula. Só que a rotina leva-os para isso."


Fonte: Asemana

You Might Also Like

1 comments:

Anónimo disse...

Antero Simas é o MAIOR!!! Sucesso no novo disco. Cabo Verde orgulha-se de si.