quinta-feira, janeiro 03, 2008

Breaking News!

Posted by with 4 comments

"62 (Sessenta e dois) Cds vendidos na sessão de lançamento, 300 (trezentos) numa só tarde e quase 600 (seiscentos) em 15 dias, numa média de 5 Cd’s por dia a retalho, só em Santiago, são os dados de venda do Cd Badyo de Mário Lúcio registados pela harmonia em menos de um mês.

Em comparação com o histórico de venda de todos os artistas nacionais e internacionais distribuídos no país, o máximo de vendas registado num lançamento tinha sido de 25 Cd’s, e num período de 15 dias o máximo tinha sido de 300, quantia que o Cd Badyo de Mário Lúcio vendeu numa única tarde, no dia 6 de Dezembro.

Badyo foi posto no mercado no dia 2 de Dezembro, e o lançamento aconteceu no dia 13 de Dezembro, no Farol da Praia e no dia 20 no Mindelo. Do lançamento a esta data, 31 de Dezembro, isto é, em 15 dias, Badyo é o Cd mais vendido de todo o ano 2007, e o mais vendido de sempre em igual período de tempo, encontrando-se esgotado neste momento."

Fonte: Harmonia
Reacções:

4 comentários:

Zemas disse...

o homem é um exemplo a seguir. claro para quem gosta de exegir sempre o melhor. como tarrafalense e principalmente!!! crioloooo, fico feliz de ver os feitos do homem, uma das mentes brilhantes do nosso tempo.
geração abel djassi; sim djinho tu também!! kim e mais. voçês marcam a diferença.

zemas

Anónimo disse...

Djinho, não há previsão para lançamento de "Badyo" em Portugal, sabes de alguma coisa? Fui à FNAC mas ainda nada...
Outra coisa Djinho, já temos o Boy Gê e Manu Lima em grande com o novo cd dos "Cabo Verde Show", e para quando o regresso dos "Abel Djassi", já pensaram nisso?
Gostei muito da música "Bu encantu" com uma interpretação vocal magnifica do nosso grande Mestre Paulino Vieira.

Anónimo disse...

Caro Zemas,
é que o Mário "Lúcido" é um crioulo de todas as ilhas, extravasa Tarrafal e Santiago e galga o amâgo de Cabo Verde. Precisamos de mais artistas assim como o Mário "Lúcido", que perpassam a sua ilha ou vila e absorvam o "geral".

Stautira disse...

Em Dezembro de 1989, a primeira edição (5000 ex) do LP vinil DOTORADO dos Finaçon secou em quanto tempo? Alguém se lembra?