“Djinho, nsta conta ku bó na nha disco”. Esta é a frase que ouvi logo que Nhonhó começou o seu projecto. Segui mais ou menos a fase de ...

Nhara Santiagu - Un Padás di alma di Nhonhó Hopffer!

9:27 PM 1 Comments



“Djinho, nsta conta ku bó na nha disco”.
Esta é a frase que ouvi logo que Nhonhó começou o seu projecto.

Segui mais ou menos a fase de preparação e gravação do CD.
Deu para sentir a grande carga de entusiasmo e a entrega do Hopffer às músicas.

A pontaria do Nhonhó começa com a escolha do reportório. Cantar BLeza, Betú, Sema Lopi, Antero Simas, Nhelas Spencer, Kaká Barbosa, Mário Lucio, Kim di Santiagu e Zezé di Nha Reinalda significa ter requinte na escolha. E claro impõe uma responsabilidade a quem canta.
´
Isto já foi dito.
O que acho que ficou por dizer é que Nhonhó é um cabo-verdiano de sorte.
Sorte tamanha por ter os amigos que tem. Muitos músicos; gente que ao se encontrarem para dedicar um disco a pequena Nhara Santiago, foram buscar o melhor da sua sensibilidade.

Resultado! Música…
Música que vem para ficar. Nhonhó será sempre lembrado por ter dado esta oportunidade há música para se revelar sempre com mais qualidade.

A meu ver o projecto Nhara Santiagu tem um significado simbólico de alto valor por promover uma celebração da amizade e/ou admiração que Nhonhó tem pelos compositores que escolheu para cantar e, por outro lado, por deixar de forma clara a sua paixão por esta ilha de Santiago que ele há de defender sempre com garra.

Nhara Santiagu (de Mário Lúcio), Kor di Fodjada (de Kaká Barbosa) e Nha Terra Scalabrod ( de Nhelas Spencer), são temas obrigatórios no repertório da própria caboverdianidade.

De uma coisa tenho a certeza. O sucesso deste disco não vai acontecer hoje, nem em nenhuma sala de Paris. Este sucesso virá sim, quando Nhara Santiagu, a filha, crescer.

Son di Santiagu agradece a todos, especialmente aos músicos que participaram no projecto.

Obrigado Nhonhô por este edifício. Posted by Picasa

1 comments:

Li agora há pouco um post inteligentissimo da "fina pena" Margarida . O texto me obrigou a divagações. Por exemplo. Estes são, ent...

Vocação Divina!

2:45 PM 3 Comments

Li agora há pouco um post inteligentissimo da "fina pena" Margarida.
O texto me obrigou a divagações.
Por exemplo.
Estes são, entre alguns outros, os icones da "cultura caboverdiana" que há mais de 30 anos se divulga por exemplo numa das nossas montras em Lisboa.

Claro que assim fica muito fácil falar, como diz o Sr Moacyr, numa quase vocação divina.
Sou convicto de que muita boa gente precisa sair para dentro das ilhas para conhecer um pouco mais de universo cultural caboverdiano na sua generalidade e diversidade.

Fica já dificil não aceitar por exemplo a ebolição de Santiago e dinamicas em outras ilhas, que obviamente criaram e criam icones.
Por uma questão até de decência intelectual...



Posted by Picasa



Posted by Picasa

3 comments:

No meio de um razoável barulho de telemóveis, serviço de gelo e cerveja na boa ideia da Artiletra, Larissa pergunta ao nosso poeta Mário Fo...

Essência da Poesia em Mário Fonseca

6:03 PM 2 Comments


No meio de um razoável barulho de telemóveis, serviço de gelo e cerveja na boa ideia da Artiletra, Larissa pergunta ao nosso poeta Mário Fonseca o que é a poesia.
Deixo-vos com a resposta que me caiu bem na alma.

"A POESIA NÃO É ORNAMENTAÇÃO" (Mário Fonseca - 24 de Abril de 2007)

2 comments:

Este ano por razões várias preciso de um bom santo ou de bons santos. No fim de 2006 estive com Nha Santa Catarina e com a música que ela t...

Mi nten un santo di meu, undi di bó?

9:47 PM 0 Comments


Este ano por razões várias preciso de um bom santo ou de bons santos.
No fim de 2006 estive com Nha Santa Catarina e com a música que ela trouxe à minha eterna “vila” de Assomada.

Em 2007, fui receber a abenção di Nhu Santu Amaru pelas mãos do meu amigo Mário Lúcio. Aliás o convite já vinha de quase um ano atrás.
Tive o prazer de juntar à Banda que o Lutcho montou para tocar no Festival na vila di Manguy.

Prazer grande porque o ambiente do grupo foi excelente durante os ensaios e sobretudo por ter tido a oportunidade de “reencontrar” Duka nos teclados e de tocar com Tey Santos, os dois que são para mim grandes nomes da música de Cabo Verde.

O concerto foi maravilhoso. O som do Russo, impecável.
Mário sentiu-se a meu ver feliz por este regresso à casa, que acredito sempre faz bem à alma.
O público reconheceu pelas músicas apresentadas e pela comunicação que Mário impôs, que tarrafal tem uma estrela de brilho diferente.

Como diria Stephane, nu da un grandi toki....

Agradeço ao Lutcho, ao Duka, ao Tey, ao Djica, ao Stephane e ao Mano pelo bom momento que me proporcionaram.


Mi nten un santo di meu, undi di bó?

0 comments:

~ Kel soriso dun criança sen falta de nada só mar bô contá bôs dor bô entrega mundo bôs confianças bô cirbo tcheu fianças na vi...

Voz DILDORO!

9:36 PM 0 Comments











~



Kel soriso dun criança
sen falta de nada
só mar bô contá bôs dor
bô entrega mundo bôs confianças
bô cirbo tcheu fianças
na vida
em troca de nada

cond nta lembrá
na bô manera de cantá
bô voz
ta consolá
tud coitado ki ta sofrê
na bô subida de melodia
ta dan un aberto na coraçon
dun fidju coitado
ki creu tcheu
ki ca ta skeceu
má ki ta amabu tcheu

Esta é a sensibilidade de Tó Alves (no CD Oh mâe más Justa) dedicada a Ildo Lobo.
Convido a todos a ouvir. Música para sempre.

0 comments:

Ontem 10, por volta das 19h, circulando pelo nosso ChinaPlateau, passei por uma loja chinesa daquelas bodona propi. De repente…Xuaaaaaaá!!!...

A nossa Longa Marcha

9:08 PM 3 Comments


Ontem 10, por volta das 19h, circulando pelo nosso ChinaPlateau, passei por uma loja chinesa daquelas bodona propi. De repente…Xuaaaaaaá!!!

As empregadas, caboverdianas, que limpavam já a loja, despejaram para o meio da rua um balde de àgua.
Resolvi trocar umas ideias com o pessoal e quis saber “a causa do motivo” para desse jeito desfazeram do indesejado H2O.

As criolas subiram na stribu, inspiraram profundamente na morabeza e me soltaram esta:

“anhó, di pundi ki nhu bem! Li ê Cabo Verdi, keli ê nôs Kultura”.

Continuando a circular, fiquei a pensar se na verdade não está a fazer falta uma revolução cultural com caracteres chineses…tipo a longa marcha proposta em tempos por Mão Tsé Tung!!!

3 comments:

Para começar o ano de 2007, esta é a palavra que gostaria de lançar a partir do Son di Santiagu. Muita competência na cultura em Cabo Verde...

Competenciatria!!!

7:31 PM 0 Comments

Para começar o ano de 2007, esta é a palavra que gostaria de lançar a partir do Son di Santiagu.

Muita competência na cultura em Cabo Verde, muito bom gosto, qualidade e claro sem faltar o mergulho louco essencial no mar da criatividade.
Para bem do espírito!!!

0 comments:

"Pa dentu mi" marca o regresso de Abraão Vicente a exposições de pintura. Trata-se de uma incursão pelo mundo fantástico da menin...

Abraão Vicente arranca 2007 com "Pa dentu mi"!!!

9:43 AM 1 Comments


"Pa dentu mi" marca o regresso de Abraão Vicente a exposições de pintura. Trata-se de uma incursão pelo mundo fantástico da meninice do artista em Assomada.

O desafio foi recontar pequenas estórias, comuns provávelmente a todas as crianças da sua geração. Sao estórias de encontros entre meninos valentes e manhosas feitiçeiras, do mítico boi Bulimundo, de cantigas de embalar, estórias do fundo do quintal, estória da vida dos bichos e suas fantasiadas existências. Estórias de nascimentos e mortes. Contos de vida.


Por outro lado "Pa dentu mi" é uma outra forma de pintar as mesmas cenas correntes do dia a dia cabo-verdiano, muitas vezes fotografadas e pintadas de forma realista.

Abraão Vicente usa para tratar dos temas uma técnica mista de pintura/colagem com óleo, acrílico, silicone e verniz sobre tela.

Dia: 09 de Janeiro
Local: Centro Cultural Francês
Hora: 18:30

1 comments: