Nkrê un Son más Son...

segunda-feira, outubro 29, 2007

A Ciência de Casimiro!


"Volto a reafirmar o decisivo: na obra de Amílcar não há uma única linha a defender o Estado de Direito, as liberdades fundamentais e a primazia da dignidade humana.
Espero que o José Luís Hopffer consiga provar o contrário, sem evasivas e conversa fiada. A grande questão, por outras palavras, é esta: o Estado de Direito não é um envelope de discursos e liturgia piedosa. "

2 comentários:

Obikuelu disse...

Nossa!!! Quê isso??? esse tipo de afirmações me deixa com o cabelo em pê. Mas então o que está escrito no BI - Nacionalidade Cabo-verdiano caiu do céu ou foi obra de espírito santo?

Se Cabral reagiu e lutou contra o colonialismo e não defendia o Estado de Direito, as liberdades fundamentais e a primazia da dignidade humana, então vai ver o Colonialismo devia de ser uma grande cena.

Anónimo disse...

Virgílio Rodrigues Brandão, no Liberal, sob o titulo "O TEMPO DA HISTÓRIA E O HUMANISMO DE AMILCAR CABRAL" deu uma resposta arrasadora e bastante convincente ao referido artigo do Casemiro de Pina no Expresso das Ilhas "TELL ME NO LIES!". Leiam, por favor a resposta do Brandão. O link é o seguinte:
http://www.liberal-caboverde.com/noticia.asp?idEdicao=64&id=16586&idSeccao=527&Action=noticia