Nkrê un Son más Son...

terça-feira, junho 20, 2006

Que Trio!

Posted by Picasa
Admiro este trio. Não formam necessariamente um trio de música, embora terem já estado em em apresentações juntos. A última se não me engano promovida pelo Centro Cultural Francês -Praia.

A minha admiração tem a ver exactamente com características especiais que estas pessoas têm e pela sua dedicação à formação musical.

1. Tó Tavares, carrega uma visão e talvez um sonho de longa data. Criar uma escola de música, ensinar música sobretudo a crianças. No inicio dos anos 90 surge a Escola Pentagrama. É comovente ouvir o Tó a falar deste seu projecto, das angústias e das alegrias que a escola tem dado.
Na verdade, mesmo enfrentando dificuldades mil, a Escola tem feito um trabalho de base que tem dado frutos. Hoje é comum ver-se crianças e jovens de guitarra nas costas cruzando a cidade. Vão para a aula de música com o professor Tó Tavares na Escola Pentagrama.
Tó Tavares teima em fazer da Escola um espaço em que esta nova geração tenha uma oportunidade para se formar numa área que em Cabo Verde precisamos dar um salto: a música.

2. Ricardo de Deus, um brasileiro que Deus mandou para Cabo Verde cumprir uma missão. Ensinar música e dividir seus conhecimentos e sobretudo a sua sensibilidade musical com todos que com ele trabalham. Ricardo é professor na Escola Pentagrama, e faz um trabalho que no nosso contexto exige uma paciência que teria que ser alguém com seu estado de alma para levar o desafio por uma semana. O rigor, a disciplina e sobretudo o nível de estudo das lições de Piano que Ricardo gostaria de ver acontecer parece ser ainda problemas sérios para os nossos estudantes.
O nosso ambiente ainda acredita e promove o lado fácil da arte. A grande maioria parece querer sentar-se no piano e começar a tocar.
Este ciclo que tende a músicos apenas de ouvido terá que ser quebrado e já.
Ricardo tem conhecimentos de sobra para isso.

3. Pedro Moreno, um dia foi aluno de Tó Tavares. Foi sempre dedicado aos estudos da música e mostrou grandes qualidades na execução. Num dos workshops promovidos pela Escola, Pedro ganhou uma bolsa e foi estudar música num conservatório em Paris-França.
Hoje é professor também na Escola Pentagrama. Há dias, Pedro esteve no programa Finason di Konbersu di Danny Spínola. Falou da sua experiência nesta outra dimensão que é o lado erudito da música.
Gostei dos recados que deixou sobre a música de uma forma geral e em particular sobre a música de Cabo Verde. Pôs o dedo na questão da formação como única forma de sairmos do folclore e passarmos a ser capazes de explorar melhor o campo musical e cada instrumento.
A própria forma como as imagens mostraram Pedro a cuidar do seu instrumento, dele tirar sons, evidencia o quanto a formação por si impõe um relacionamento completamente diferente entre o músico, o instrumento e a música.

Sem comentários:

Follow Us @soratemplates